Um jogão que ganhamos com o coração!!! CAMPEÕES DE DUPLAS COPA GUGA 2012 – ITF3

  

Zilmar Pires e Fabio Padilla – Campeões de duplas da chave principal. Copa Guga Kuerten 2012 (Com o Guga e o seu irmão Rafael)

Ontem (15 de Outubro de 2012), uma bela manhã de domingo em Floripa, ilha capital de Santa Catarina, no Jurerê Sports Center; muito público animado ao lado das quadras… Entre eles, o Guga, o Mark Bullock (da ITF) e a família do Guga… jogo difícil e um super torneio quase finalizando em nossa categoria: A Copa Guga Kuerten 2012. Eu, colombo-brasileiro, e o meu parceiro, Zilmar Pires, de Santos, disputávamos a final de duplas da chave principal contra o atual número 1 do Brasil Rafael Medeiros, de Belo Horizonte, e o argentino Mario García. Jogo difícil, quadra de saibro complicada (caí umas 4 vezes) e com muita, muita emoção… ganhamos acreditando e salvando um jogo quase perdido… com puro coração!!!  3/6, 6/2 e 16-14 (o Impossível pode ser alcançado!).

Dupla campeã – Grito do triunfo. (Foto:  Hermes Bezerra http://www.semanagugakuerten.com.br)

Após salvar mais de 5 match points no super tie-break decisivo – incluindo o fato de termos conseguido com que o árbitro reconsiderasse uma bola que joguei do lado do argentino e foi dada como out (o que seria ponto de campeonato para a outra dupla, dado que o placar estava em 5-9); e, em seguida, disputar de novo aquele ponto. Ponto por ponto alcançamos 9-9, e depois de várias trocas de bola, tensão e match points não concluídos em ambos lados… finalmente, fechamos o jogo com um grito emocionado e um coração desenhado na quadra que o Guga, e a mídia presente no evento, fizeram questão de comentar junto conosco. Recordando aquele famoso do Guga Kuerten na sua terceira vitória em Roland Garros.

Jogão inesquecível…. um desses dias que faz com que todos os treinos e horas em quadra valham a pena…

Amizade e parceria de duplas desde o Florida Open, nos Estados Unidos, em 2004.

A vitória foi ainda mais significativa já que enfrentamos adversários importantes como os campeões do torneio de Vitória (Christophe Royet e Adalberto Rodrigues) – dupla de quem havíamos perdido na final por apenas 3 pontos de diferença, também em super tie-break. Do outro lado da chave, o Carlos Santos “Jordan” (favorito e cabeça de chave no simples) ficou na semi com sua dupla deste torneio, o famoso Zeca, José Carlos Morais, precursor deste esporte aqui no Brasil.

Parabéns ao meu grande parceiro Zilmar Pires pela garra… por acreditar e lutar naquela bola final que entrou alguns milímetros devolvendo para nós a esperança do triunfo, e obrigado mais uma vez ao meu parceiro de treino “Jordan” e meu treinador Wanderson, pois tem sido com eles que consegui melhorar meu nível nos últimos anos desde que vim morar no Brasil. Parabéns pelo ótimo torneio galera do DF!!!

Nunca esqueço que a Ely “super manager”, o Samuca “mini-coach” e minha familia na Colômbia sempre fazem parte dessas conquistas, me apoiando de diversas maneiras e percorrendo junto comigo o caminho do desenvolvimento esportivo. Valeu super team!!!

O incentivo deste campeonato é para treinar mais e melhor, pois ainda tenho muito a trabalhar no meu tênis, mas também me deixa com muita vontade e o coração cada dia mais verde-amarelo…. Vamos láááá’!!!!


Um torneio show de bola!!!… parabéns e muito obrigado para toda a organização do Guga Participações e Empreendimentos.